Tendências do mundo corporativo para 2023




Nos últimos anos o mundo corporativo passou por mudanças significativas e empresas de diversos segmentos tiveram que se adaptar à uma nova realidade e, ainda assim, manter o engajamento dos seus colaboradores. Esse cenário impulsiona tendências, que devem se fortalecer e otimizar o ritmo de trabalho.

Entender as movimentações que estão acontecendo no mercado de trabalho é importante para desenvolver um planejamento bem sucedido para a empresa. No momento de traçar metas e as estratégias para a empresa, é fundamental que o líder tenha uma noção antecipada das próximas tendências que virão. Independentemente dos objetivos de negócio da sua empresa, quando a questão em jogo é como se preparar para as novas tendências, a resposta-chave é a mesma: investir em aprendizado contínuo.

Tendências que vão ganhar ainda mais destaque em 2023:

- Soft skills:

Em um cenário desafiador e de mudanças constantes, o termo soft skills ganhou espaço no mercado. É o conjunto de competências ligadas à personalidade, ao comportamento e à maneira como os colaboradores estabelecem suas relações interpessoais e nos próximos anos essas características serão mais valorizadas por líderes e gestores.

Apesar de subjetivas e intrínsecas, o mercado está observando com mais cuidado as soft skills e estão evidenciando a capacidade que profissionais têm de se adaptar a mudanças e desafios do cotidiano.

- Estratégias de retenção de talentos:

Cada vez mais as empresas estão empenhadas em reduzir a taxa de rotatividade de pessoas, seja para economizar com recursos para substituição de colaboradores, seja para melhoria organizacional ou engajar ainda mais seus funcionários, a fim de gerar aumento de produtividade. Tão importante quanto contratar profissionais competentes é a habilidade de mantê-los sempre motivados e dispostos a contribuir com as iniciativas propostas pela empresa.

- Saúde mental:

O tema saúde mental vem ganhando cada vez mais espaço nas estratégias de gestão de pessoas e virou sinônimo de sucesso para as empresas. Cada vez mais será comum a implementação de ações que ajudem a garantir o bem-estar dos profissionais e há um bom tempo deixou de ser um diferencial para se tornar parte integrante da rotina das organizações.

- Trabalho remoto:

Em 2020, o modelo de trabalho remoto se intensificou por causa da Covid-19, mas essa é uma tendência que não deve perder força no mercado e nos próximos anos deve estar mais aliado à tecnologia. “As empresas entenderam os benefícios que o trabalho remoto pode oferecer para o desenvolvimento e engajamento de todo o time. Além de oferecer maior liberdade e horários flexíveis, essa modalidade ultrapassa barreiras geográficas e promove a integração de todo o time, independente da localidade.

- Autonomia dos funcionários:

As novas configurações do trabalho como home office integral ou híbrido, oferecem mais liberdade para os funcionários e impactam positivamente na produtividade e engajamento dos times. Além de desenvolver habilidades como gestão de tempo, disciplina e qualidade de vida. O colaborador que tem mais autonomia para executar suas atividades, automaticamente é mais engajado e produtivo para empresa e acredito que as organizações vão, cada vez menos, microgerenciar suas equipes para extrair o melhor de cada um.


Fonte: Constanza Hummel- CEO e fundadora da Building 8

Comentários