Colômbia investe em desenvolvimento sustentável

                   

                              
Em linha com os objetivos do Governo Nacional, e em trabalho coordenado do Ministério do Comércio, Indústria e Turismo com a ProColombia, foi indicada uma estratégia de atração de investimentos estrangeiros para o desenvolvimento sustentável, que estabelece um guia para a consolidação da Colômbia como um centro de negócios sustentáveis na América Latina.

Este plano está articulado com os eixos estratégicos de justiça social, econômica e ambiental, promovidos pelo governo do presidente Gustavo Petro.

O ministro do Comércio, Indústria e Turismo, Germán Umaña Mendoza, destacou que o propósito do Governo da Mudança é "facilitar a chegada de investimentos estrangeiros que promovam a inovação e a transferência tecnológicas e a geração de exportações com valor agregado, permitindo o desenvolvimento da capacidade humana e a criação de empregos de qualidade e contribuindo para que as micro, pequenas e médias empresas do país façam parte das cadeias globais de valor".

Nesta nova empreitada, a ProColombia realizará inicialmente uma segmentação especializada de ao menos 350 novas empresas com negócios e operações em investimento sustentável com potencial de atração à Colômbia, entre as quais busca-se a identificação de 60 novas oportunidades concretas de investimento sustentável de empresas estrangeiras neste país.

“Queremos promover projetos internacionais que contribuam para compensar as emissões. Além disso, pretendemos promover oportunidades de investimento em transição energética, economia circular, turismo sustentável e bioeconomia, assim como facilitar a chegada de operações em que, a partir da Colômbia, haja prestação serviços a outros mercados das Américas", assinalou Carmen Caballero, presidente da ProColombia.

O objetivo da implementação da nova iniciativa é enfrentar a crise climática que envolve setores importantes da economia local com as maiores emissões e necessidade de adaptação (agricultura e desenvolvimento rural, comércio, indústria, turismo, transporte, moradia, energia e mineração, saúde e proteção social, entre outros), que requerem a adoção de novas práticas e modelos de desenvolvimento integral e amigável com o meio ambiente, apresentando impacto positivo na sociedade colombiana.

A transição energética é um exemplo claro do compromisso do Governo Nacional em promover o auge de uma indústria cada vez mais verde, assim como uma mobilidade limpa, questão em que a Colômbia já conta com uma legislação que a permite ter as maiores frotas de transporte público e de carga elétrica da região.

A presidente da ProColombia disse ainda que "com a estratégia de atração de investimentos sustentáveis, desejamos atrair projetos com vocação de sustentabilidade, que contribuam para reduzir a pobreza, participar do desenvolvimento econômico e permitir um crescimento que seja sustentável e inclua as regiões e comunidades".

Linhas de trabalho da estratégia:

A ProColombia trabalhará na identificação e consolidação da oferta de valor da Colômbia como destino de atração de investimentos sustentáveis. Haverá fomento da melhoria de capacidades, mediante alistamento interno, com formação técnica para identificar e compreender a relação entre a sustentabilidade e os investimentos estrangeiros diretos, e a sensibilização de atores relevantes à importância dos investimentos estrangeiros diretos (IED) sustentáveis, além da melhoria e desenvolvimento de ferramentas e procedimentos para fortalecer a atração deste tipo de investimento.




Fonte: ProColombia

Comentários