Como preparar uma loja para períodos promocionais



Natal e Black Friday podem ser grandes oportunidades para recuperar-se da pandemia


O comércio ao redor de todo o mundo costuma se programar para períodos de promoções e ofertas nos mais diversos setores. Alguns segmentos específicos, no entanto, devem estar atentos para atender, especialmente, seu público-alvo durante as datas promocionais, como Natal e Black Friday.

De acordo com Cleber Brandão, especialista em negócios de produtos naturais, gestão de lojas e empreendedor focado no varejo, durante esses períodos os estabelecimentos devem se posicionar para oferecer vantagens. “É importante aproveitar o momento. Os consumidores já ficam preparados e esperando por esse dia e caso a empresa não se posicione, certamente terá o seu negócio excluído da preferência. Inclusive, é um bom momento para aproveitar e trazer mais movimento para a loja”, relata.

Para Brandão, qualquer promoção sem uma divulgação de marketing efetiva irá gerar frustração. “Vejo muitos lojistas se frustrarem por criarem combos e promoções maravilhosas, mas não venderem nada porque não divulgaram. Costumo dizer que ‘quem é e visto é lembrado e quem é lembrado é comprado’. Então, independentemente de promoção ou não, é preciso ser visto a todo instante. Vale ressaltar que a divulgação não deve acontecer apenas no momento de uma ação promocional ou data comemorativa, mas sim em diversos períodos com o intuito de criar um histórico de relacionamento com quem se deseja atingir”, pontua.

O especialista acredita que a principal estratégia de marketing é se antecipar em relação a esses períodos promocionais. “É preciso deixar claro para os clientes que haverá, por exemplo, promoções de Black Friday nas lojas e avisar com certa antecedência de pelo menos três semanas. Trabalhar essa comunicação antecipadamente é um dos grandes medos que lojistas inexperientes possuem, porque acreditam que alguns clientes vão esperar somente aquele dia específico para comprar. Mas não é bem assim que as coisas acontecem. Com essa antecipação frente aos concorrentes na divulgação, quem compra regularmente não vai ter essa atitude”, declara.

Além de atrair o público que já é fiel, uma ação promocional tem o objetivo de alcançar novos consumidores. “A grande vantagem da Black Friday é aproveitar essa onda de destaque comercial para atrair a atenção de pessoas que não conhecem a marca ou um determinado produto. Além disso, é uma ótima oportunidade para realizar um bom atendimento e gera satisfação. Estas ações podem cativar e fazer com que eles voltem ao negócio depois do período de promoções”, revela Brandão.

De acordo com o gestor, preparar o estoque para esse tipo de situação é algo primordial, mas é preciso ter cautela. “Deve-se analisar o histórico dos anos anteriores para realizar novos pedidos. Comprar apenas por estar na promoção pode ser um grande problema caso não exista movimento para consumir os produtos em alguns meses, por exemplo. É importante mencionar, também, que não se deve colocar todos os itens de um comércio em promoção. É preciso ter foco para alcançar os melhores resultados”, pontua.

Para o especialista, os ganhos alcançados nas vendas não devem apagar o fato de que é possível ter lucro, também, no momento de comprar produtos para um comércio. “Diversos fornecedores oferecem valores promocionais durante a Black Friday. Parte desses produtos poderão ser vendidos durante a campanha, ou em uma outra oportunidade sem reduções. Se o lojista possuir um bom capital de giro para investimento, essa é uma boa chance de aumentar o catálogo”, relata.

Outro ponto interessante, segundo Brandão, é a necessidade de montar estratégias para as promoções e não, simplesmente, colocar todo o negócio com descontos de 50%. “Negociando com fornecedores e alcançando um bom desconto, será possível disponibilizar alguns itens com margens menos agressivas e outros com até 80% de redução”, afirma.

O empreendedor acredita que uma equipe bem treinada pode ser o principal diferencial em períodos promocionais. “Ter um time bem preparado faz toda a diferença nesses casos, já que é o momento ideal para conquistar o coração dos clientes que costumam frequentar a concorrência. Ofereça produtos para atrair clientes, mas não fique preso, apenas, aos itens promocionais. Apresente alternativa e capriche na entrega e experiência do cliente para que ele sinta o desejo de retornar e comprar mais vezes, mesmo fora de períodos conhecidos pelos descontos”, finaliza.


Fonte: Carolina Lara

Comentários