Conheça os quatro países mais baratos para intercâmbio

               


Até hoje, muitos acreditam que realizar um intercâmbio demanda uma reserva financeira alta para bancar todos os custos envolvidos, principalmente para aqueles que pensam em embarcar para programas mais extensos. Mas, a verdade é que essa já deixou de ser a realidade há anos! 

Conquistar este sonho não depende mais de anos guardando quantias elevadas, muito menos desistir de viajar devido a valores absurdos. Muitos países oferecem opções financeiramente acessíveis para todas as idades, permitindo sua concretização sem receio desde que seja planejado devidamente.

Em uma pesquisa divulgada pela Belta, cerca de 58,4% dos estudantes disseram que adiaram seus planos de intercâmbio por questões financeiras, mas, felizmente, apenas 2,1% desistiram definitivamente. Mesmo diante dos danos econômicos inegáveis que muitos sentiram ao longo da pandemia, é possível começar a planejar este sonho para um futuro próximo, levando em consideração diversas regiões que apresentam um custo de vida que cabe no bolso e, ainda, com a possibilidade de trabalhar enquanto realiza seus estudos.

Para aqueles que desejam ter essa experiência única, veja a lista dos quatro países mais econômicos para realizar um intercâmbio em 2023:

Irlanda: a quantidade de brasileiros que vem buscando a Irlanda como seu destino de intercâmbio aumentou potencialmente nos últimos anos, especialmente pela chance de conciliar oportunidades de trabalho junto com as aulas de inglês. Além de terem a chance de receber um dos maiores salários-mínimos da Europa com jornadas flexíveis, em pouco tempo é possível recuperar todo o dinheiro investido na viagem. Tudo isso, com uma facilidade enorme em viajar para qualquer país do continente, enquanto o visto estiver válido.

Canadá: se tratando de qualidade de vida, o Canadá sempre se posicionou dentre os lugares mais desejados do mundo para se viver. Não à toa, o país é um dos mais buscados por intercambistas para programas de curta e longa duração – com instituições de ensino renomadas em suas principais cidades, amplas oportunidades profissionais e uma vida cultural rica. Assim como na Irlanda, existem muitas opções de pacote de vistos que permitem que os alunos trabalhem enquanto estudam por cargas horárias determinadas, recebendo salário em uma das moedas mais valorizadas do mercado.


Dubai: apesar de ser conhecido por suas enormes riquezas, Dubai se encontra na lista dos países mais baratos para realizar um intercâmbio. Enquanto estudam, os jovens podem encontrar, facilmente, diversas vagas de trabalho em áreas de serviços, como atendimento de bares, cafés, hotéis e restaurantes. Com remunerações que variam em torno de US$ 10 a US$ 30 por hora, não há um limite de horas de trabalho, o que permite que cada um escolha a oportunidade mais apropriada para suas necessidades

            

Austrália: repleto de paisagens naturais encantadoras, a Austrália é um dos países mais exóticos para se realizar um intercâmbio econômico. Mais distante geograficamente das outras regiões, também possui uma excelente qualidade de vida e um dos melhores lugares para se viver. Aqueles que decidirem estudar e trabalhar no local, certamente terão uma imersão intensa na cultura e rotina locais, assim como com todos os outros que também se aventuraram em experimentar o mesmo cotidiano no país.


Escolher seu destino de intercâmbio pode gerar muitas dúvidas e receios. Afinal, cada região é única, com sua própria história, vantagens e desvantagens. Depois de tantas dificuldades financeiras durante o isolamento social, todos que desejam voltar a planejar sua viagem devem analisar, cuidadosamente, as oportunidades que cada país oferece, levando em consideração o custo de vida local e a possibilidade de juntar uma boa reserva de dinheiro trabalhando no destino.

Para aqueles que desejam conhecer mais a fundo a Irlanda, como exemplo, a SEDA College, eleita cinco vezes a melhor escola de idiomas de Dublin, irá realizar no dia 15 de outubro a terceira edição do SEDA XP, evento presencial que contará com a presença de ex-intercambistas e convidados surpresa contando suas experiências. Ainda, como incentivo aos participantes, dez bolsas integrais serão sorteadas para intercâmbio na Irlanda.


Fonte: Danilo Veloso

Comentários