Como escolher o melhor empréstimo?



Para quem possui dívidas, conseguir um empréstimo financeiro pode ser uma grande vantagem para quitá-las e regularizar a situação. Na FinanZero, fintech pioneira no mercado de crédito brasileiro, nos últimos 3 meses, 1 a cada 3 pedidos de empréstimo foi para quitar dívidas, por exemplo. 

Entretanto, com a frequente alta da taxa de juros Selic no Brasil, encontrar o melhor empréstimo tornou-se um grande desafio para os brasileiros. Por isso, vale a reflexão: com a alta dos juros, como escolher o melhor empréstimo?

No Brasil, existem diversas opções de instituições bancárias que oferecem a modalidade de empréstimo, assim decidir qual é a melhor opção não é uma tarefa fácil. Cada banco apresenta uma oferta distinta de crédito, com condições diferentes, vantajosas ou não. Sendo assim, é fundamental que o indivíduo esteja atento a todas as condições e possibilidades, para escolher a que mais se encaixa ao seu perfil.

Uma grande recomendação para quem precisa de um empréstimo, nesse período de juros altos, é que o pedido seja simulado em mais de uma instituição financeira para que as opções sejam comparadas e, assim, a melhor oferta adquirida. 

Para liberar e definir as condições do crédito, os bancos consideram algumas informações, como: idade, endereço, profissão, renda financeira, score em instituições de proteção ao crédito e histórico de pagamento. Quanto mais atualizadas forem estas informações, maior será a chance de ter o empréstimo aprovado.

Além disso, existem opções de crédito que possuem taxas de juros mais baixas, como o refinanciamento de imóvel ou veículo, o empréstimo consignado e o empréstimo FGTS. Então, vale a pena optar por essas modalidades, se possível, para fugir dos juros altos.

- Como encontrar uma boa opção de empréstimo?

Para conseguir um bom empréstimo e com taxas de juros equilibradas, é muito importante que o solicitante pesquise opções e se planeje financeiramente, para não desequilibrar, ainda mais, sua própria situação financeira.

Todos devem estar atentos a possíveis golpes prometendo condições mais acessíveis, e até empréstimos sem juros - realizados por pessoas mal intencionadas. Para que a pessoa não tenha uma dor de cabeça ainda maior devido às suas finanças, vale estar sempre atento aos golpes e propostas falsas de empréstimos financeiros recentemente realizados no mercado. Ter informações seguras e boas referências é a peça chave para conseguir um bom empréstimo.

Como reduzir os juros de um empréstimo já contratado?

Para aqueles que já possuem um empréstimo contratado, a antecipação de algumas parcelas pode diminuir consideravelmente o valor dos juros cobrados. Então, é uma boa opção para quem deseja fugir dos altos juros cobrados. Outra possibilidade é fazer a portabilidade do seu empréstimo, que consiste em transferir o crédito para outra instituição financeira.

Porém, vale lembrar que, ao contratar um empréstimo, é preciso atentar-se aos juros abusivos, valores muito acima daqueles cobrados nas modalidades de crédito. Para entender se a quantia cobrada é abusiva, basta analisar as taxas médias cobradas pelas instituições financeiras através do site do Banco Central.

Fonte:  Olle Widén - CEO da FinanZero.

Comentários