Qual a importância da logística nos negócios?




Ao longo dos anos, a logística se consolidou como um fator fundamental para o sucesso das empresas. Cada vez mais presente em diversos segmentos, o sistema é crucial para reduzir custos operacionais, minimizar desperdícios de materiais, agilizar processos de rotina, otimizar entregas e fidelizar clientes. Porém, com uma frequência maior do que se pensa, acontecem falhas no processo que podem provocar insatisfação e, em casos extremos, mudança de fornecedores.

Uma das mais importantes imposições atualmente é o tempo de entrega para atender clientes em localização remota, mantendo um prazo atrativo e com custo justo. Outro desafio é a dificuldade na contratação de mão de obra qualificada para operacionalizar toda a cadeia de processos.

De acordo com a pesquisa Logística no E-commerce, da ABComm, o conhecimento da importância da logística tem impacto direto no resultado dos negócios. O levantamento aponta que, em 2019, mais de 60% das lojas virtuais entrevistadas apresentaram taxas de devolução abaixo de 3%.

Hoje, com o avanço da tecnologia e da sociedade digital, a logística entra em outro patamar e deixa de se limitar apenas a funções operacionais para se tornar uma área estratégica, que desenvolve processos capazes de aprimorar o desempenho integral da companhia. Atualmente, existem softwares sofisticados e interativos para análises de dados, equipamentos de operação de ponta, coletores de dados com leitores de longa distância e outros meios que tornam o processo mais eficiente.

Os gestores precisam se atentar à compra de produtos com base na inteligência de mercado, na armazenagem e na distribuição com parceiros qualificados até mesmo ao controle de estoque, que impacta diretamente a qualidade e produtividade da companhia.

Algumas etapas também podem e devem ser seguidas para trazerem diferenciais à organização. É o caso de trabalhar com indicadores de desempenho e performance (sla); uso de WMS personalizados que permitem atender a demandas do B2B ao B2C; análises de viabilidade, áreas tributárias, soluções financeiras, soluções de comércio exterior e soluções de armazenagem; transportes de parceiros geridos pelo time interno até o destino e o investimento em tecnologias in house para mais transparência e visibilidade nas operações em tempo real; e capilaridade geográfica nos centros de distribuição.

Investir em capacitações, incentivos, bolsas de estudo, convênios com academias, programas de telepsicologia, disponibilização de alimentação saudável, e ainda focar na criação de um ambiente participativo para as equipes, também são estratégias que fomentam o funcionamento dos processos e contribuem para a qualidade de vida dos colaboradores.

A logística, em todos esses âmbitos, tem grande contribuição no resultado da empresa. Com uma dose de diligência e carinho da diretoria, torna-se possível focar ainda mais no core business e, assim, atender com excelência um consumidor cada dia mais protagonista dos processos.


Fonte: Diego Bento - coordenador comercial de logística do Grupo Leonora

Comentários