Como escolher um destino caribenho para suas férias?

   

O Caribe é o destino dos sonhos de muitos brasileiros. Quem não quer conhecer praias paradisíacas e passar alguns dias deitado em uma espreguiçadeira sobre areia branquinha, ouvindo o som das ondas quebrando? Mas os destinos caribenhos são muitos, e pode ser difícil escolher apenas um deles para visitar. 

Tudo depende do perfil do viajante e de que tipo de viagem ele quer fazer. Quem quer garantir dias de descanso e paz, sem nenhuma preocupação com planos, passeios e restaurantes, vai adorar Punta Cana, principalmente se estiver em família. A cidade da República Dominicana possui inúmeros resorts all-inclusive, onde o hóspede conta com diversos restaurantes e atividades de entretenimento, e poderá curtir muitos dias mesmo sem sair do hotel.


Uma alternativa ainda mais luxuosa é Barbados. O país é uma ilha das Pequenas Antilhas colonizada por ingleses repleta de grandes casas de veraneio, com iates caríssimos nas praias e carros de luxo pelas ruas, além do típico jeitinho caribenho, com praias incríveis, esportes náuticos e drinques.

Para quem busca férias tranquilas, a melhor pedida é a Riviera Maia, no México. Está perto de Cancun, caso se queira uma pitada de agito, mas longe o suficiente para garantir um pouco de calmaria. A localização também é boa para conhecer outros pontos turísticos da região, como o parque Xcaret e as ruínas de Tulum.


A Jamaica, por sua vez, é ideal para quem gosta de turismo de natureza e aventura. Além do litoral de tirar o fôlego, o país tem rios, cachoeiras, parques naturais e a muito famosa Lagoa Luminosa, que brilha no escuro, em um fenômeno inesquecível.

Também é possível combinar um destino de praia com um destino cultural. Neste caso, a pedida certa é a Colômbia, tem que San Andrés, Bogotá e Cartagena. Mas, caso esteja muito difícil escolher, é possível optar por um cruzeiro por diversos destinos caribenhos, assim se conhece o melhor de cada um deles em uma viagem só.

Fonte: Ronnie Corrêa - diretor geral da Abreu no Brasil.

Comentários