terça-feira, 13 de julho de 2021

Conheça o passo a passo para juntar milhas e trocá-las



Segundo dados da Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização, ABEMF, o terceiro trimestre de 2020 teve um crescimento no acúmulo de milhas de 31,6% em relação ao mesmo período do ano anterior, dos quais 97,2% foram acumulados em compras no varejo, na indústria e no uso dos cartões de crédito.

Esses números mostram que, mesmo com a pandemia, os brasileiros têm se preocupado cada vez mais em juntar milhas. Milha é dinheiro, você pode vendê-las, trocar por produtos, ingressos e, o mais óbvio de todos, por passagens aéreas.


Confira abaixo as melhores maneiras usufruir dos benefícios das milhas e como utilizá-las mesmo durante a pandemia:

1-Comece a juntar milhas

- Voe em uma companhia aérea que tenha um programa de milhas;

- Faça um cartão de crédito que pontue em algum programa de fidelidade;

- Assine Clubes de Milhas (tipo assinatura de revista, paga uma mensalidade e todo mês as milhas caem na conta);

- Compre produtos em lojas parceiras (são promoções do tipo a cada 1 real em compras ganhe uma determinada quantidade de milhas);

- Compre milhas diretamente nos sites das companhias aéreas (costuma ser caro, então não é muito recomendado a não ser que precise uma quantidade pequena pra completar uma passagem ou estejam muito baratas como em uma super promoção).


2 –Trocar milhas por produtos

A troca de milhas/pontos por produtos pode não ser tão vantajosa. “Alguns produtos custam muitas milhas e, quando você leva isso para o papel, vê que acaba saindo mais caro do que se utilizasse dinheiro. Vender as milhas e usar o dinheiro para comprar o produto que você quer, como um celular, por exemplo, acaba saindo mais em conta.

Segundo a pesquisa realizada pela ABEMF, 63% dos brasileiros usaram milhas e pontos para resgatar descontos em compras em lojas parceiras.


3- Vender milhas

Casos suas milhas/pontos estejam prestes a expirar e você não vai usá-las, venda! Milha é dinheiro e se você perde milhas, perde dinheiro. A venda também pode ser utilizada para fazer um outro investimento, comprar passagem que esteja mais barata no dinheiro ou mesmo tirar uma graninha extra.

4 – Passagens aéreas

Algumas companhias aumentaram o prazo de validade das milhas. O TudoAzul, por exemplo, suspendeu a expiração até o final da pandemia, já na Smiles, a validade das milhas poderá ser estendida por um período de até 330 dias. Caso você tenha uma viagem que pode esperar mais um pouco, essa é a época ideal para se programar. Há passagens antecipadas com preços/milhas bem mais baratas.

5 – Pague a fatura do seu cartão com milhas/pontos

Algumas operadoras de cartão de crédito possibilitam que você utilize seus pontos/milhas para o pagamento da fatura. Verifique junto à operadora do seu cartão se esse benefício está disponível.

                                                        

Fonte: Norton Reveno - fundador do sistema de educação financeira Milhas Lucrativas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário