quinta-feira, 20 de maio de 2021

Portugal é a grande aposta no mundo pós pandemia



Seja por conta do desemprego menor do que 7%, pela qualidade de vida em um dos países mais seguros do mundo, pelo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de 0.830 ou pela semelhança histórica e da linguagem, cada vez mais brasileiros têm se aventurado em terras lusitanas.

Um dos principais aspectos que saltam aos olhos dos brasileiros é morar em um país europeu a relativo baixo custo, pois Portugal é um dos países mais baratos da Europa, principalmente no setor alimentício (completamente diferente do Brasil, que os custos com alimentação não param de crescer). Claro que é possível que qualquer brasileiro aplique para o visto de trabalho português ou até mesmo para residência permanente, mas quando se tem cidadania europeia é tudo muito mais simples: é ajeitar sua vida aqui no Brasil e pegar um avião rumo a uma nova vida além-mar.

Mesmo antes da pandemia, o trabalho remoto já era realidade para algumas pessoas: os nômades digitais e essa "cultura" que antes era tão restrita, está ganhando cada vez mais adeptos: as pessoas estão percebendo que não é necessário trabalhar fisicamente no mesmo local para fazer um bom trabalho. O conceito de moradia sofreu uma mudança sem precedentes durante a pandemia e as pessoas vão querer morar onde se sentem mais confortáveis: seja em outra cidade, em outro estado ou até mesmo outro país.

Quando as fronteiras reabrirem haverá um grande movimento de migração, especialmente para os países com uma situação econômica melhor, por isso que quem tiver passaporte europeu vai sair na frente, simplesmente por não precisar gastar tempo com a burocracia
.


Fonte: Rafael Gianesini - co-fundador da Cidadania4u 

Nenhum comentário:

Postar um comentário