Perspectivas para a construção civil em 2021



Além de ser um dos pilares da economia brasileira, a construção civil é um dos setores que mais tem sido impactado pelos avanços tecnológicos, o que impulsiona o aumento da produtividade e da qualidade dos serviços prestados.

Mesmo com a queda econômica do setor neste ano devido a pandemia do novo coronavírus, um estudo do Fundo Monetário Internacional (FMI) prevê crescimento de até 3,4% na retomada em 2021.

O setor é fundamental para que o Brasil supere a crise pós-pandemia. Afinal, além de ser um grande gerador de empregos, é um motor de reativação econômica muito importante e de efeito imediato, por causa do tamanho de sua cadeia produtiva.

A construção civil tem percebido um avanço tecnológico cada vez mais constante. Por isso, é de extrema importância que os profissionais da área se preparem para acompanhar estes movimentos e alcançar uma melhora gradativa nos serviços prestados.

Entre as tendências, está o Building Information Modeling (BIM), um conjunto de processos que será adotado pelo governo brasileiro como exigência em obras públicas a partir de 2021. O uso desta tecnologia permite que as pessoas simulem tudo que pode dar certo ou errado em uma construção antes do início, algo que até pouco tempo não era possível de forma tão precisa.

Com o uso do BIM, é possível centralizar informações dentro de um único modelo, detectar interferências entre as diversas disciplinas do projeto e automatizar o levantamento de quantitativos, entre outros benefícios. Tudo isso nos permite criar um acervo de informações para proporcionar melhorias ao processo construtivo.

As realidades virtual e aumentada também devem permanecer em alta, acrescidas de novas possibilidades de uso. Enquanto na realidade aumentada podemos inserir elementos digitais em nossa realidade, no caso da realidade virtual, pode-se dizer que o objetivo dessa experiência é fazer com que o cliente se sinta dentro de um mundo digital. São experiências distintas, mas que valem a pena.

As inúmeras possibilidades para o uso de drones também tornam essa uma das grandes tendências para o próximo ano. Além do controle e monitoramento de obras, os drones também podem ser empregados em levantamentos topográficos, inspeções visuais, e até mesmo na manutenção de edificações.

Já para a segurança nos processos de trabalho, a aposta é na internet das coisas. Por meio dessa tecnologia é possível conectar os próprios uniformes dos funcionários a uma rede de wi-fi, radiofrequência ou GPS. Assim, a empresa pode rastrear o trabalhador e notificar possíveis acidentes em tempo real, o que aumenta a segurança da obra.

Por fim, é preciso ressaltar que a sustentabilidade também tem se mantido em alta nos últimos anos, e esse crescimento tende a permanecer em 2021.


Fonte: Simone Las Casas - diretora da empresa de revestimentos sustentáveis Ecogranito

Comentários