quarta-feira, 11 de novembro de 2020

Ministério do Meio Ambiente assina Termo de Compromisso da Lata de Alumínio para Bebidas


Ontem, terça-feira (10/11), foi assinado pelo Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, o Termo de Compromisso da Lata de Alumínio para Bebidas em cumprimento à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). 

O evento marcou também a divulgação do nov índice de reciclagem da latinha e a inauguração do Centro de Coleta de Sucata de Alumínio de Brasília da Novelis, líder mundial em laminados e reciclagem de alumínio.

Estavam presentes o Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles; o secretário de Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, André França, o presidente executivo da Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas), Cátilo Cândido, o presidente da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), Milton Rego, e o presidente da Novelis América do Sul, Francisco Pires,.

O Termo de Compromisso objetiva o aperfeiçoamento do sistema de logística reversa da lata, com a manutenção do elevado índice de reciclagem da lata no Brasil no patamar de 95%, o que mantem o país como um dos líderes mundiais dessa marca. Isso significa a reciclagem de mais de 350 mil toneladas de latas ou quase 30 bilhões de unidades, economia de, aproximadamente, 5.000 GWh/ano e, a partir da logística reversa, geração de renda na ordem de R﹩ 5 bilhões por ano. Somente a Novelis recicla mais de 17 bilhões de latinhas ou cerca de 60% de todo o volume comercializado no país.

O setor assume o compromisso de comprar todo o volume de sucata de lata disponível no mercado doméstico, aproximar os detentores dessa sucata dos recicladores, particularmente as cooperativas de catadores de materiais recicláveis, principalmente por meio de centros de coleta e rede organizada de parceiros com atuação em todo o território nacional, apoio técnico aos gestores públicos municipais e catadores, entre outros.

"O Termo de Compromisso da Lata reforça ainda mais o comprometimento do setor com a preservação do meio ambiente, tendo como objetivo aperfeiçoar o sistema de logística reversa da lata, com a manutenção do elevado índice de reciclagem da lata acima dos 95%, como alcançado nos últimos anos", afirmou Cátilo Cândido, presidente executivo da Abralatas.

Durante o evento, o índice brasileiro de reciclagem da latinha referente à 2019 também foi anunciado. Com forte aumento de 14,7% no volume dessa sucata coletada ou 45 mil toneladas a mais quando comparada a 2018, o novo índice é de 97,6%, mantendo o Brasil na liderança mundial de reciclagem de latas de alumínio para bebidas.

- Centro de Coleta Brasília:

Décimo quarto Centro de Coleta inaugurado pela Novelis no Brasil, irá impulsionar a compra de sucata de latas de alumínio para bebidas e gerar emprego e renda na região, além de possibilitar parcerias com cooperativas de catadores e pequenos fornecedores locais.

A unidade possui capacidade de processamento mensal de 800 toneladas de sucata de alumínio, viabilizando destinação adequada para a unidade recicladora da Empresa em Pindamonhangaba/SP, considerada o maior centro de reciclagem de alumínio da América Latina.

- Principais números:

• O Brasil é o terceiro maior mercado mundial de Latas e consome 1/4 de todo o alumínio comercializado no país;

• A lata é a principal embalagem para cerveja do Brasil;

• A logística reversa da lata beneficia mais de 800 mil famílias de catadores;

• O Ciclo de Vida da Lata é de 60 dias em média;

• O índice de reciclagem da lata é de 97.6% (2019), o que corresponde a 367 mil toneladas recicladas;

• Esse nível de reciclagem da lata reduz, em média, 70% a emissão de gases de efeito estufa e o consumo de energia elétrica em todo o ciclo de vida da embalagem;

• Cada 1 kg de lata reciclada poupa a extração de 5 kg de bauxita, necessária para a produção do alumínio primário.


Fonte: Ministério do Meio Ambiente

Nenhum comentário:

Postar um comentário