sexta-feira, 8 de maio de 2020

Filmes de viagens em cruzeiros para te inspirar pós-pandemia


Além de criar heróis, vilões e histórias que marcaram época, o cinema também surge como um importante aliado na hora de inspirar viagens ao redor do mundo pós-pandemia. Pensando nisso, a Regent Seven Seas Cruises, a principal linha de cruzeiros marítimos de luxo, selecionou 7 filmes de viagem ambientados em alto mar para que você possa, pelo menos por enquanto, viajar sem sair de casar e se divertir com algumas comédias.

- Confira as dicas:

- Meu passado me condena:

Lançado em 2013, essa comédia brasileira conta a história do casal Fábio (Fábio Porchat) e Miá (Miá Mello), que embarcam em lua de mel em um cruzeiro de luxo com destino à Europa. No desenrolar da trama, Miá reencontra o seu ex-namorado Beto, que além de ser bem sucedido, está casado com a antiga paixão juvenil de Fábio, Laura. A coincidência promove uma série de situações comidas e embaraçosas do começo ao fim.

- Mistério no Mediterraneo :

Na trama, Sandler vive um policial de Nova York que, após anos de trabalho duro, finalmente consegue levar sua mulher (Aniston) para passar férias na Europa. Após fazer amizades no voo, os dois são convidados a uma festa no iate do bilionário Malcolm Quince. Quince, no entanto, é assassinado, e os dois se tornam rapidamente os principais suspeitos. Kyle Newacheck ("Perda Total") dirige o filme, que tem roteiro de James Vanderbilt ("O Espetacular Homem

- SOS Mulheres ao mar:

Outra produção nacional que merece destaque nessa lista é o filme SOS Mulheres ao Mar. A produção conta a história de Adriana (Giovanna Antonelli), que embarca em um navio de cruzeiro para tentar reconquistar seu ex-marido Eduardo (Marcello Airoldi), que está com a sua nova namorada, Beatriz (Emanuelle Araújo). Adriana conta com a ajuda da sua irmã (Fabíola Nascimento) e da sua empregada (Thalita Carauta), mas durante a viagem elas acabam conhecendo novas pessoas e tomando outros rumos. 


- Lua de Fel:

Um casal de ingleses, Nigel (Hugh Grant) e Fiona (Kristin Scott Thomas), embarcam num cruzeiro marítimo onde conhecem a sensual Mimi (Emmanuelle Seigner), uma francesa casada com o americano Oscar (Peter Coyote), homem preso a uma cadeira de rodas. Ao notar o interesse que Nigel sente por Mimi, Oscar resolve contar sua história com ela, como se conheceram e se amaram loucamente até a paixão doentia se transformar em um ritual de humilhação, que prende a atenção até o final.

- Hotel Transilvânia 3 - Férias Monstruosas:

Em Hotel Transilvânia 3, até os monstrinhos mais simpáticos do cinema também tiram férias. E o destino escolhido pelo Conde Drac é um cruzeiro “monstruosamente” luxuoso, repleto de atrativos e excursões exóticas para que a turma possa colocar o bronzeamento lunar em dia. Tudo vai bem, até que Drac se apaixona pela misteriosa Ericka, a capitã do navio, que esconde um terrível segredo. Para quem tem filhos, a animação é um prato cheio.

- Dois parceiros em apuros:

Estrelado por Walter Matthau e Jack Lemmon, uma das duplas mais icônicas do cinema, Dois Parceiros em apuros conta a história de Charlie, um malandro golpista que após perder dinheiro apostando em cavalos, convence seu cunhado viúvo, Herb, a embarcar em um cruzeiro de luxo para o Caribe com o pretexto de conhecer ricas e belas mulheres. Herb se anima ao saber que não precisará pagar nada pela viagem. O único problema é que Charlie não contou a Herb que ele os inscreveu como dançarinos e animadores do navio.


-Piratas do Caribe:

Em pleno século XVII, o pirata Jack Sparrow tem seu navio saqueado e roubado pelo capitão Barbossa e sua tripulação. Com o navio de Sparrow, Barbossa invade e saqueia a cidade de Port Royal, levando consigo Elizabeth Swann, a filha do governador. Decidido a recuperar sua embarcação, Sparrow recebe a ajuda de Will Turner, um grande amigo de Elizabeth que parte em seu encalço. Porém, o que ambos não sabem é que o Pérola Negra, navio de Barbossa, foi atingido por uma terrível maldição que faz com que eles naveguem eternamente pelos oceanos e se transformem em esqueletos à noite.


Fonte: Rodrigo Andrade


Nenhum comentário:

Postar um comentário