segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Brasil é um dos mercados estratégicos para o Turismo do Marrocos


Dotado de tradições singulares e uma rica cultura, o Marrocos atrai cada vez mais visitantes em busca de diferentes experiências em viagem, e o turista brasileiro não é diferente. De acordo com o Turismo do Marrocos, o Brasil se tornou um dos quatro mercados prioritários para a promoção turística do destino, grupo que conta com países potenciais para o aumento de emissão como China, Rússia e EUA.

“Trabalhamos a divulgação do Marrocos em mais de 30 países, mas vemos nesses mercados a oportunidade de crescimento. O brasileiro tem mudado a sua percepção de viagem e busca cada vez mais vivenciar culturas diferentes”, explica Abdellatif Achachi, diretor do Turismo do Marrocos para Portugal e Brasil.



Dentro da estratégia de promoção turística está o reforço das atrações do Marrocos. Para isso, o órgão de turismo promoveu a Semana Marroquina, evento aberto ao público realizado no Conjunto Nacional, em São Paulo. A programação contou com diversas experiências gratuitas, como pintura corporal a hena, artesanato, o famoso calígrafo Filali Baba e o grupo de música marroquina Benjelloun, além de desfiles com o traje tradicional marroquino, o Caftã. “Esses são atrativos autênticos do nosso país e, por serem completamente diferentes da cultura brasileira, chamam muita atenção”, ressalta Achachi.


Durante uma viagem ao Marrocos, os viajantes podem vivenciar muito mais dessas características únicas, principalmente na hotelaria. O país conta com uma excelente capacidade hoteleira, que oferece desde hotéis luxuosos cinco estrelas e de grandes redes até os fabulosos Riads, que são casas típicas marroquinas de arquitetura tradicional transformadas em hospedagem. Ao todo, são mais de 2 mil unidades em todo o território.



Segundo Achachi, os destinos mais buscados pelos visitantes do Brasil são Marrakech, Fez e Rabat. “Queremos ir além e mostrar destinos pouco conhecidos, mas que realmente valem a visita, por toda a sua história e autenticidade”, relata. Um dos produtos que mais se destaca é o circuito de mil Kasbah no deserto marroquino. A bordo de um veículo 4x4, o trajeto explora as paisagens de Ouarzazate, Zagora, Vales de Dadès até Erfoud
 e termina nas dunas de Mezzouga.


Em 2018, o Marrocos registrou a visita de 60 mil brasileiros, número que representa um crescimento de 13% comparado ao ano anterior. “Tivemos um excelente resultado para um ano difícil na economia do Brasil”, afirma. O mercado manteve uma média de 22% de aumento entre 2012 e 2018, crescendo de maneira exponencial 3,7 vezes o número de turistas desde o início deste período. Para 2019, a expectativa é manter o crescimento entre 5% e 10%.


Fonte: Jessica Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário