terça-feira, 8 de outubro de 2019

Fundação Lia Maria Aguiar, de Campos do Jordão, apresenta ballet “Baile dos Graduados”


O Núcleo de Dança da Fundação Lia Maria Aguiar, que completa 10 anos em 2019, realiza no mês de outubro três únicas apresentações do ballet “Baile dos Graduados”, que faz parte das atividades do ano letivo do curso e integra a programação cultural da cidade de Campos do Jordão. 

Em cena, alunos e alunas da Fundação colocam em prática todo seu conhecimento e recriam a atmosfera da aristocracia de Viena, capital da Áustria, no ano de 1840, e levam ao palco do Auditório Claudio Santoro nos dias 11, 12 e 13, às 20h, o divertido espetáculo de dança do coreógrafo russo David Lichine, criado 100 anos depois para o Original Ballets Russes.

No enredo, as estudantes de uma escola feminina convidam cadetes-graduados para um baile celebrando a formatura dos jovens. Marcam presença no evento todas as meninas da instituição, entre elas a arteira Menina das Tranças, a Menina Romântica, as competidoras de ballet e a La Sylphid, que representa o sonho das que desejam se tornar bailarinas.

Acompanhados pelo general, os meninos comparecem ao baile e se animam quando percebem que o militar está a galantear a diretora da escola, dando margem para o início de um alvoroço contagiante e até mesmo um encontro às escondidas, entre um cadete e uma aluna. Toda ação acontece ao som das melodias de Johann Strauss II, compositor austríaco de música ligeira, nascido em Viena e conhecido como o “rei da valsa”, somando na carreira mais de 500 composições.

“Para o espetáculo ‘Baile dos Graduados’ eu quis um ballet leve e engraçado para que os expectadores possam se deliciar. E também marcar a grande transição que estamos passando na escola, onde muitos alunos estão se formando e deixando o grupo e outros estão crescendo dentro da escola. É o nascimento de uma nova geração”, explica Fabiana Nemeth, coordenadora do Núcleo de Dança.

Criado com o propósito de levar arte por meio da dança para crianças e jovens de Campos do Jordão, o Núcleo de Dança da Fundação se fortalece a cada ano como uma das principais pontes de acesso à cultura para crianças e jovens, especialmente em uma cidade onde o acesso se faz mais limitado. A oportunidade do aprendizado cria novas expectativas quanto ao futuro, ao mesmo tempo em que transforma o presente por meio de todo o estímulo cultural.

“Com o passar do tempo, o projeto foi aperfeiçoando a qualidade técnica e o conteúdo oferecido, contribuindo para que os alunos também tivessem uma esplêndida formação profissional. Complementando o crescimento artístico, os alunos do Núcleo de Dança desenvolvem diversas habilidades, entre elas a disciplina, a fraternidade, a responsabilidade. Enfim, tornam-se cidadãos plenos”, avalia Dona Lia Maria Aguiar sobre os alunos que se dedicam às aulas e abrilhantam o novo espetáculo.

O “Baile dos Graduados” tem direção da coordenadora do Núcleo de Dança da Fundação Lia Maria Aguiar, Fabiana Nemeth, em conjunto com Raphael Panta e Flavia Cassiano, acompanhados na produção por Fabrício Fonseca e pelo Coletivo Proscênio.

- Serviço:

Apresentações: 11, 12 e 13 de outubro, às 20h

Local: Auditório Claudio Santoro

Av. Dr. Arrobas Martins, 1800 - Alto da Boa Vista - Campos do Jordão - São Paulo

Duração: 50 minutos

Ingressos: 10,00 e meia entrada (R$ 5,00)

Vendas: Site Sympla ou na Sede da Fundação Lia Maria Aguiar (Av. Dr. Victor Godinho, 455 - Capivari)


- Sobre o Núcleo de Dança: 

Fundação Lia Maria Aguiar. Criado em 2009, o NDFLMA conta atualmente com 150 alunos com idade entre 6 e 21 anos além de três bailarinas contratadas, formadas pelo Núcleo de Dança em 2018. Coordenado por Fabiana Nemeth há seis anos, ela é a responsável pelo grupo Ballet Jovem Fundação Lia Maria Aguiar, que coleciona diversos prêmios ao participar de festivais, eventos e competições, oportunidades essas que abrem portas para audições em Companhias profissionais e bolsas de estudo em outros países.

Para integrar o núcleo de Dança da Fundação Lia Maria Aguiar é preciso passar por um exame de seleção que fica disponível no site da Fundação. Na prova técnica a avaliação é feita pela banca de professores, que para uma aprovação final levam em consideração também aptidões como físico, interesse, talento, interpretação e musicalidade.
As avaliações acontecem de forma bimestral e contam ainda com o crivo de um examinador convidado ao final de cada ano. A aprovação se dá alcançando a média anual 7.0 e confirmando 75% de presença.

Prezando por um ensino de qualidade na dança, onde os alunos podem ter contato com diversos ritmos e se tornar profissionais ilimitados no mercado, a Fundação Lia Maria Aguiar valoriza acima de tudo a formação do ser humano, enaltecendo os mais importantes valores através do estudo e da arte.



Fonte: Grazy Pisacane 

Nenhum comentário:

Postar um comentário