segunda-feira, 22 de julho de 2019

Duas das 50 melhores vinícolas enoturísticas do mundo são uruguaias


Além dos românticos castelos no interior da França. Para passar as férias em um vinhedo ao estilo vilão de James Bond nas majestosas montanhas e vales da América do Sul, basta seguir as dicas de especialistas da indústria do vinho, gastronomia e de viagem de todo o mundo. Os mesmos se reuniram em Londres no início de julho, para a noite inaugural dos prêmios de melhores vinhedos do mundo, criado para distinguir o melhor do vinho moderno.

Segundo o criador do prêmio, Andrew Reed, em entrevista à CNN "o vinho é um reflexo de seu ambiente único, seu terroir. Não se trata apenas de vinho, mas de um todo". A vinícola vencedora foi a mendozina Zuccardi, do Vale do Uco - Argentina. Em segundo lugar ficou a uruguaia Garzón, fundada pelo engenheiro Alejandro Bulgheroni, localizada no departamento de Maldonado, reconhecido pelo júri na área da sustentabilidade.

A Bodega Bouza também obteve um lugar entre os melhores do mundo, ocupando o 44º lugar. O Uruguai é um país praticamente desconhecido no universo internacional dos produtores de vinho, que entrou no enoturismo há menos de duas décadas, hoje vê seu esforço para posicionar-se globalmente coroado com duas de suas vinícolas premiadas entre as 50 melhores como destino turístico do mundo.



Não é apenas uma lista dos melhores vinhedos do mundo, esta é uma lista dos 50 lugares mais incríveis para degustar vinhos e aprender sobre sua preparação. Há muitas surpresas, produtores e lugares que só a indústria do vinho conhecia. Esse prêmio reforça a posição do Uruguai na rota dos melhores vinhedos para conhecer, além de impulsionar a economia por meio do enoturismo.

No Uruguai a diversidade de seus estabelecimentos vinícolas é incrível. Há maravilhas arquitetônicas modernas e pequenas vinícolas boutique. Há vinícolas antigas, restaurantes modernos e lugares impressionantes para celebrar casamentos.


Alguns oferecem algo um pouco diferente, como um passei a cavalo, passeio de carruagem por entre as vinhas, uma grande coleção de carros clássicos, uma coleção de arte valiosas, aventureiro mountain bike, cavalgadas, ou uma cozinha com lareiras.

Vale a pena visitar a todas as vinícolas. Sem exceção! Oferecem paisagens deslumbrantes e excelentes vinhos. Sob qualquer ótica, eles são lugares especiais. Para o amante do vinho, a chave do paraíso.


Fonte: Fernanda Bertin


Nenhum comentário:

Postar um comentário