sexta-feira, 26 de julho de 2019

Começa a temporada de liberação de tartarugas marinhas em Riviera Nayarit


Das sete espécies de tartarugas marinhas do mundo, seis chegam ao México até novembro para aninhar e pôr os ovos. Órgãos governamentais, biólogos marinhos, redes hoteleiras e outros players do turismo criaram programas de proteção de tartarugas com fazendas dedicadas ao recolhimento das fêmeas, incubação e liberação de filhotes.



Nos últimos anos, estes programas em Riviera Nayarit tornaram-se parte do turismo de aventura e ecológico da região. Além da ameaça do homem e do “mercado negro” das tartarugas marinhas e dos ovos, o maior desafio para os filhotes que acabam de nascer é a curta, porém perigosa, jornada que eles devem percorrer da areia até o mar, evitando aves predatórias e iguanas. 



E é na garantia da segurança no trajeto que os turistas podem auxiliar os biólogos, já que um único ninho de tartaruga marinha pode conter até 200 novos filhotes e todas as noites nascem filhotes em diversos ninhos.


Milhares de fêmeas de tartarugas marinhas da espécie Olive Ridley nascem em Riviera Nayarit, na costa do pacífico, e retornam todos os anos para construir ninhos e depositar ovos no mesmo local, perpetuando o ciclo de vida. E por essas razões os programas fazem parte de uma experiência interativa, educacional e, principalmente, emocional.


Fonte: Carolina Burzaca

Nenhum comentário:

Postar um comentário