quinta-feira, 27 de junho de 2019

Vitamina D aumenta sobrevida de pacientes com câncer, diz estudo


Um estudo recém-apresentado na American Society of Clinical Oncology (ASCO), que realiza o maior evento de oncologia do mundo, relaciona o uso da vitamina D com a redução da mortalidade por câncer.

O estudo, chamado : "O papel da suplementação de vitamina D para prevenção primária de câncer: Meta-análise de ensaios clínicos randomizados", foi realizado pela Universidade de Michigan (EUA). Os pesquisadores revisaram 10 estudos “padrão ouro”, reunindo, ao todo, 79.055 pacientes (78% mulheres). 

Essas pesquisas administraram vitamina D de forma randomizada e controlada e tiveram como padrão o acompanhamento de pacientes, com 68 anos em média, por quatro anos, no mínimo.

Nenhum dos pacientes incluídos no estudo tinha câncer. A iniciativa foi justamente avaliar a faixa etária onde mais se desenvolve a doença. A partir de então os médicos administravam vitamina D em alguns pacientes e placebo em outros, para formação do grupo de comparação.

A análise mostrou que as pessoas que tomaram o suplemento por pelo menos três anos apresentaram um risco 13% menos de morrer de câncer do que as que tomaram placebo durante o mesmo período.

Sérgio Maeda, endocrinologista da Unifesp - Escola Paulista de Medicina, explica que os resultados do estudo mostram que a vitamina D pode contribuir no combate ao câncer – não como tratamento principal – mas agregando benefícios, principalmente na saúde óssea de pacientes idosos. “É importante consultar um médico para a medição dos níveis desta vitamina no sangue”, observa.

Dentre os vários papeis da vitamina D, o mais conhecido entre a população é a proteção óssea. Sabe-se, entretanto, que ela tem uma função essencial no equilíbrio de vários outros órgãos e células do corpo.

Acesse o link para saber mais detalhes do estudo: https://meetinglibrary.asco.org/record/176040/abstract


Fonte: Ivan Verona

Nenhum comentário:

Postar um comentário