terça-feira, 18 de junho de 2019

Dia da Gastronomia Sustentável - data criada pela ONU


Para comemorar o Dia da Gastronomia Sustentável – data criada pela ONU (Organização das Nações Unidas) para ressaltar a importância da produção consciente dos alimentos – a Electrolux celebra resultados de seu projeto gastronômico que carrega o mesmo nome da data comemorada no dia de hoje.

Com o propósito de transformar a vida das pessoas para o melhor, reinventando experiências de sabor, cuidado e bem-estar, a Electrolux continua a todo vapor com seu projeto social global “Gastronomia Sustentável” nas cidades de São Carlos e Curitiba. Apenas em 2018, foram, ao todo, 77 alunos formados de comunidades locais de ambas as cidades. Em 2019, por enquanto, o número chega em 18. A expectativa, é que até o final do ano, 101 alunos recebam os certificados de profissionais de cozinha.

O curso profissionalizante de gastronomia, tem duração de 10 semanas, totalizando a carga horária de 120 horas. São 34 aulas com 10 módulos; cujos principais objetivos são o melhor aproveitamento dos alimentos utilizados e abordagens de temas relacionados à higiene, comida saudável, sustentabilidade e empreendedorismo.

Na grade, também estão previstas aulas de padaria e confeitaria, cozinha fria, vegana e vegetariana, entre outras. O curso oferece ainda, na cidade de Curitiba, treinamento e dicas para comportamento em entrevistas de emprego, para o aluno conseguir, com mais facilidade, recolocação no mercado de trabalho.

O “Gastronomia Sustentável” faz parte do For the Better, um dos compromissos globais da empresa para ajudar a enfrentar os principais desafios mundiais, como fome, má nutrição, desperdício de alimentos e consumo consciente. Além disso, também contribui para o atingimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, estabelecidos pela Agenda 2030 da ONU. O programa é subsidiado pela Food Foundation, instituição global da Electrolux que apoia iniciativas locais voltadas para capacitação e o desenvolvimento sustentável.

“O objetivo do Gastronomia Sustentável é trabalhar em prol das comunidades locais, empoderar a população por meio de habilidades gastronômicas e, consequentemente, gerar uma transformação social ao ajudar os participantes a ingressarem no mercado de trabalho. Sendo assim, o projeto já ajudou a capacitar mais de 90 pessoas, das quais 50% já estão empregadas”, explica Valmir Buscarioli, vice-presidente de Recursos Humanos da Electrolux para América Latina.

A Chef Morena Leite é a embaixadora do projeto, que contribui com sua ampla experiência gastronômica e envolvimento em projetos sociais próprios para enriquecer ainda mais a capacitação profissional das pessoas selecionadas para o curso.

O Gastronomia Sustentável ofereceu um total de mais de 30 horas de aulas, e a companhia calcula que cerca de 1.000 pessoas são impactadas a cada turma formada.

A multinacional opera por meio da Electrolux Food Foundation e conta com o apoio de parceiros estratégicos globais para realizar essa ação, numa união chamada de Feed the Planet, com o intuito de ajudar os participantes a saírem empregados após o curso. Entre eles estão AIESEC – responsável pelo engajamento com a comunidade e a World Chefs– que desenvolveu o currículo do curso, capacitou os treinadores e trabalhou no design da cozinha.

- Chefs voluntários:


As classes são ministradas em uma cozinha com chefs e professores de gastronomia voluntários de Curitiba e São Carlos:

- São Carlos:


Andre Trabulsi Sadi, dono e chef do “Jolly Gastro Lab” em São Carlos

Ronan Costa, colaborador do “Jolly Gastro Lab”

Gabriela Motta Ginatto, colaboradora do “Jolly Gastro Lab”

José Adenildo da Silva, Chef instrutor da Sodexo
Elô Lobo, consultora e docente em gastronomia.

Curitiba:

Chef Ale Gonçalves (dono dos restaurantes Il Fornaro e Pizzeria Pistachio)

Chef Claudinei Oliveira (Chef em eventos)

Chef Larissa Guzzo (Chef eventos em Benis Gastronomia)

Chef Rafael Gonçalves (Chef em Cantina do Delio)

Chef Delio Canabrava (Dono Cantina do Delio)

Chef Reinhard Pfeiffer (Chef eventos, especialista em cozinha vegana e vegetariana)

Chef Patricia Lisboa (Chef em eventos)

Chef Victor Moraes (Chef consultor)

Chef Fernando Matsushita (Dono do restaurante DoPeruano)

Chef Vania Krekniski (Dona do restaurante Limoeiro)

Chef Rodrigo Machado (Dono da prestinaria, a casa dos pães)

A perspectiva do projeto social é implantar mais turmas no futuro, capacitando a cada ano cerca de 100 pessoas desempregadas nas cidades de São Carlos e Curitiba.


Fonte: Grupo Electrolux / Rafael Guglielmi

Nenhum comentário:

Postar um comentário