sexta-feira, 10 de maio de 2019

Dicas para mães de primeira viagem.... de gêmeos


Primeiro surge a descoberta de uma gravidez. Depois, uma grande surpresa: a ultrassonografia mostra dois embriões. São gêmeos! Logo os pais sentem um mix de emoções: choque, alegria, receio, insegurança. Mariana Colturato é uma dessas mamães. A sua primeira e única gravidez foi planejada. Tinha 35 anos, e o casal decidiu parar com a pílula para tentar engravidar. Quatro meses depois, o teste de farmácia deu positivo. Que felicidade! Mas, no primeiro ultrassom, com oito semanas de gestação, receberam uma notícia inesperada.

“A médica virou para nós e disse: olha aqui tem bebê; olha, aqui tem outro bebê! Ficamos sem reação. Só pedíamos para ela conferir novamente. Depois da consulta, ficamos parados na recepção por quase duas horas. Tinha receio de cuidar de um, imagine de dois!?”, desabafa Mariana, mãe da Isis e da Sofia, hoje com dois anos.

A chegada de um filho marca sempre uma mudança na vida de uma família. Para Mariana, a transformação foi ainda maior, pois não tinham parentes próximos para oferecer algum tipo de suporte. Mariana explica que o suporte da empresa onde trabalha foi muito importante para se tranquilizar e acompanhar de perto o desenvolvimento das filhas.

“A Bayer oferece uma licença estendida de seis meses, chegando em sete se a colaboradora resolver emendar com um mês de férias. Passados esses sete meses, minhas meninas já estavam mais maduras, pois eu acompanhei de perto o período de amamentação e a introdução alimentar. O auxílio creche também foi muito importante, afinal eram duas filhas ao mesmo tempo”, conta Mariana, que é analista de crédito e cobrança em Ribeirão Preto.

- Entendendo o receio de muitas mães de gêmeos, algumas dicas preciosas:

- Pratique o positivismo
No final, sempre dá tudo certo, então é importante manter a calma e pensar positivo.

- Faça uma escuta seletiva

É normal escutar muitas coisas ruins sobre gestação gemelar, mas não absorva histórias negativas, pois não fará bem para você.

- O puerpério é só uma fase

Você estará em uma montanha-russa de emoções, mas é só uma fase, é tudo hormonal e passa.

- Caso for amamentar, amamente juntos os dois bebês

Você ganhará tempo para outras tarefas ou até pra dar uma descansada.

- Conte com ajuda e peça ajuda

Toda rede de apoio possível faz diferença. Nunca é demais receber aquela força, afinal são dois ou mais bebês.

- Crie rotina para tudo
Horário de mamar, do banho e de dormir. Os bebês acostumam com essa rotina rápido e facilita muito a vida da mamãe.

- Converse com os bebês, desde a barriga

Explique que são dois, ou mais, e que terão que dividir a atenção da mamãe, do papai. “Pode parecer bobeira, mas faz muita diferença na criação gemelar, eles se tornam mais compreensíveis”, conta Mariana.

- Lembre-se sempre que são gêmeos, porém pessoas diferentes

Cada um, portanto, terá o seu jeitinho.

- Aproveite muito cada minuto

“É cansativo, mas é lindo ver dois bebês crescendo, ver cada fase acontecendo, ver a cumplicidade. É magico e somos privilegiadas ao sermos escolhidas para essa missão de ser mãe gemelar’, conclui Mariana.


Fonte: Ana Luisa Gonçalves 

Nenhum comentário:

Postar um comentário