terça-feira, 2 de abril de 2019

O que é um mestrado profissional?




Apesar da realidade brasileira mostrar que a maior parte dos mestres e doutores estão localizados nas universidades, os profissionais das empresas que não pretendem seguir uma carreira acadêmica, no curto prazo, têm encontrado no mestrado profissional uma excelente oportunidade para o desenvolvimento de suas competências e evolução de suas carreiras.

O mestrado profissional se mostra como um elo entre universidade e empresa, diminuindo as divergências entre as duas partes, também pela sua própria característica de conciliar dois pensamentos: o acadêmico e o empresarial.

Por meio da portaria 389/2017, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) estabeleceu os objetivos de um curso de mestrado profissional, os quais vale destacar os dois últimos: III) promover a articulação integrada da formação profissional com entidades demandantes de naturezas diversas, visando melhorar a eficácia e a eficiência das organizações públicas e privadas por meio da solução de problemas e geração e aplicação de processos de inovação aprimorados; e IV) contribuir para agregar competitividade e aumentar a produtividade em empresas, organizações públicas e privadas.

Infelizmente, de maneira geral, ainda são poucos os gestores das empresas que conhecem esses objetivos. Essa modalidade de pós-graduação, em pleno crescimento no Brasil, apresenta o mesmo rigor metodológico e preocupação com a qualidade no aspecto científico dos trabalhos que o mestrado acadêmico.

Além do rigor metodológico e científico, há a preocupação para que as soluções desenvolvidas nos trabalhos dos alunos sejam de fato aplicadas na realidade das empresas

No mestrado acadêmico, o mestrando é exposto à literatura científica, tendo como objetivo a obtenção de maior autonomia e ampliação de suas competências, a fim de expandi-las como pesquisadores em seus futuros cursos de doutorado. O mestrado profissional mira a formação de profissionais capacitados para outras funções - que não a pesquisa acadêmica em si.

Todavia, um mestrado profissional não é como um curso de MBA ou um curso de especialização. Esses funcionam como atualização profissional e ensinam técnicas padronizadas para serem replicadas

O mestrado profissional contribui para que o aluno desenvolva comportamentos proativos em busca de oportunidades e soluções para problemas, de maneira estruturada e compartilhada. Ao longo do curso, os alunos percebem a necessidade de entender que os problemas podem ser convertidos em oportunidades e, assim, estarem abertos a insights que despontem além de suas próprias experiências.

O ambiente em que é desenvolvido o mestrado profissional é propício para o desenvolvimento de comportamentos que contribuem com o processo de inovação, mais especificamente com relação ao modelo da inovação aberta

Quando se fala em inovação aberta, a possibilidade de errar ou ser criticado pelos outros, ao apresentar ideias, não impede que essas pessoas as divulguem e compartilhem com os demais. O compartilhamento aparece como importante elemento na interação com outras pessoas para que ocorra a absorção de novos conhecimentos.

Não se tem como expectativa encontrar soluções prontas para os problemas enfrentados pelas organizações ou ainda um serviço de consultoria prestado pelos docentes. Em vez disso, no mestrado profissional ocorrem discussões livres, que possibilitam o surgimento de insights que são levados para situações específicas com o objetivo de serem aplicados no desenvolvimento de soluções para os desafios particulares das organizações.

A proatividade é observada na busca e identificação de problemas, assim como no aproveitamento de oportunidades. Adicionalmente, esse comportamento inclui a busca por base teórica que sirva de apoio para encontrar soluções que não estarão ancoradas apenas no exercício da tentativa e erro.

Conceitos teóricos que são trabalhados ao longo do curso tornam-se base de conhecimento para os trabalhos aplicados que geram resultados práticos para as empresas.

Por fim, o ambiente propício às discussões que é encontrado no mestrado profissional influencia as pessoas a serem mais questionadoras da realidade que vivem. É uma característica do mestrado profissional o desenvolvimento de lideranças em inovação, que passa por atitudes proativas e ações conjuntas em trabalhos colaborativos que os alunos executam ao longo do curso.



Fonte: Mauricio Benedetti é especialista Gestão da Tecnologia e Inovação e professor na pós-graduação da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Nenhum comentário:

Postar um comentário