sábado, 2 de março de 2019

Divertir-se sem agredir o meio ambiente é uma boa opção neste carnaval


Cada vez mais reciclar, reutilizar e reaproveitar são fatores que precisam ser praticados para preservar o planeta. O descarte apropriado do lixo é uma das iniciativas que contribuem para diminuir o impacto do carnaval no meio ambiente.


O Brasil possui uma das três maiores reservas de bauxita do mundo. Cada 1.000 kg de alumínio reciclado significa 5 mil kg de minério bruto poupados. Uma lata de alumínio demora mais de 100 anos para se decompor na natureza. Como o alumínio pode ser reciclado sem nenhuma perda de qualidade, as latas de alumínio são o produto ideal para a reciclagem.

A cada tonelada de latas recicladas, deixamos de extrair 1,5 toneladas de minério de ferro. A extração do minério representa o maior impacto na análise de ciclo de vida das latas. A cada 75 embalagens de aço recicladas, se salva uma árvore que, sem isso, estaria sendo transformada em carvão vegetal. A lata, quando coletada e destinada corretamente a uma usina siderúrgica ou fundição, pode ser reutilizada como matéria-prima infinitamente no processo de fabricação de novo aço, sem perder nenhuma de suas propriedades.

Os benefícios do uso do aço reciclado no processo de fabricação de novo aço, envolvem economia energética de 74%; economia de matéria prima virgem de 90%; redução no consumo de água de 40%; redução de poluentes na água de 76%; redução de poluentes no ar de 86%; redução de resíduos de mineração de 97%.

Para que cada resíduo tenha o destino final adequado, é necessário que a coleta seletiva seja realizada de forma efetiva para que cada tipo de material separado ingresse no processo correto de reciclagem.

Dar uma destinação ambientalmente adequada e economicamente viável ao lixo produzido no carnaval é um desafio à sociedade. Mas já se identifica uma tendência para a redução do consumo de certos materiais poluidores. É preciso evitar a contaminação da rede de abastecimento de água por micro plásticos como o glitter. Além da poluição evidente, a presença dessas partículas traz uma questão ainda mais preocupante. O micro plástico acaba sendo ingeridos por animais menores e se acumula ao longo da cadeia alimentar.

O glitter ecológico feito com insumos biodegradáveis que variam de uma marca pra outra; dentre eles, podemos encontrar celulose, algas, pó de rochas e muito corante alimentício oferece vantagem para o folião. O produto pode ser utilizado sem problemas e pode ser facilmente retirado do corpo com água e sabão.

Confetes e serpentinas, por exemplo, podem entupir bueiros e intensificar o problema das enchentes, já comuns nessa época do ano. A utilização de confetes sustentáveis que utilizam folhas e pétalas secas de plantas e flores é uma boa opção.

Utilizar fantasias recicladas, investir em glitter biodegradável e evitar a geração desnecessária de resíduos são ações que devem ser consideradas para aproveitar a folia de uma forma mais sustentável.



Fonte:  Vininha F. Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário