quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Dia Internacional da Língua Materna será comemorado nas escolas


Educadores de todo canto do mundo certamente prepararam uma aula especial para comemorar o Dia Internacional da Língua Materna, celebrado nesta quinta-feira (21/02). Afinal, essa é uma grande oportunidade para abordar o tema e promover nos alunos o desejo da inclusão e da tolerância entre os povos, estimulando uma educação mais humana em favor do bem-estar coletivo.

Criada pela Unesco, em 1999, o Dia Internacional da Língua Materna tem o objetivo de proteger todas as línguas faladas no mundo. Hoje, estima-se que quase metade de um total de 7 mil línguas correm o risco de desaparecer, o que, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), empobreceria a humanidade em relação à diversidade linguística.

Atualmente, a Língua Portuguesa é falada por cerca de 250 milhões de pessoas. No Brasil, é ensinada desde os primeiros anos de vida da criança como língua materna. 


“Nos comunicamos, pensamos, sentimos, criamos com e pela língua materna, que representa a identidade cultural dos povos”, explica a coordenadora pedagógica do Colégio Marista Champagnat, em Ribeirão Preto (SP), Juliana Christina Rezende de Souza.

Também conhecida como língua nativa ou primeira língua, a língua materna é aprendida de forma natural sem intervenção pedagógica, mas é por meio dela que se promove o desenvolvimento pessoal e social de todo e qualquer cidadão. É no ambiente escolar que a criança aprende sobre o respeito pela pluralidade de culturas, características individuais, socialização, interação com as comunidades, despertar da curiosidade e pensamento crítico.



Fonte: Rede Marista de Colégios

Nenhum comentário:

Postar um comentário