segunda-feira, 16 de julho de 2018

Dez cidades coloridas para inspirar sua vontade de viajar e fotografar



Há muitos elementos que fazem uma cidade visualmente interessante para turistas e fotógrafos: arquitetura, parques, pessoas e comida. Essas características se juntam para dar um caráter distinto a cada lugar. Mas um componente é sempre esquecido: a cor. Enquanto algumas cidades são conhecidas por sua falta de cor, dominadas por concreto e aço, existem outras que a cor é parte integrante da paisagem. Por isso, a Shutterstock montou uma lista dos 10 lugares mais coloridos que vão te deixar com ainda mais vontade de viajar e fotografar.


- 1) Cinque Terre, Itália:

Situada na costa escarpada do mar da Ligúria, Manarola é uma das cinco cidades pequenas que compõem o Cinque Terre da Riviera italiana. Suas casas coloridas se debruçam sobre um penhasco e seguem em direção ao porto. O lugar tornou-se um popular destino turístico com suas trilhas para caminhadas cênicas e vinhedos localizados nas proximidades.


- 2) Chefchaouen, Marrocos:

Localizada nas montanhas RIF no noroeste do Marrocos, Chefchaouen é famosa por seus edifícios pintados em tons de azul. A razão para tanto azul é duvidosa. Dizem que a cor afugenta mosquitos, além de ser importante para refugiados judeus, representando o céu e o paraíso, e de criar uma atmosfera agradável durante os dias quentes de verão. Apesar dessas diversas teorias, uma coisa é certa, todo esse azul cria oportunidades fantásticas para uma foto bem 
colorida.



- 3) Guanajuato, México:

A cidade montanhosa de Guanajuato é Patrimônio Mundial da UNESCO e considerada por muitos moradores e turistas como uma das mais bonitas do México. Fazendas coloridas e prédios coloniais se espalham em todas as direções até as colinas, com uma rede de túneis subterrâneos servindo como estradas principais, fazendo dela um lugar favorável para se andar e fotogênica para se fotografar.


- 4) Jodhpur, Índia:

A segunda maior cidade do estado de Rajastão, na Índia, Jodhpur é conhecida como a Cidade do Sol ou a Cidade Azul. Isso porque a maioria das casas na cidade velha é em tom azul. Alguns dizem que isso começou porque a classe alta Brahmins queria se separar da massa; enquanto outros afirmam que o azul mantém as casas frescas no calor do deserto.


- 5) Bo-Kaap, Cidade do Cabo:

Este subúrbio de Cape Town é conhecido por suas casas pitorescas, coloridas e ruas de paralelepípedos. Às vezes chamada de Malay Quarter, os primeiros habitantes da cidade eram muçulmanos descendentes de escravos do Sudeste Asiático, fazendo com que o lugar ainda tenha um caráter predominantemente muçulmano. Seus moradores decidiram pintar suas casas em comemoração ao Eid (ou a Festa do Sacrifício) e coordenavam suas cores para evitar divergências de tons.




- 6) Wroclaw, Polônia:

Com uma população de 637.075, Wroclaw, também conhecida como Vratislávia, é a quarta maior cidade da Polônia, e foi a Capital Europeia da Cultura em 2016. Seus turistas são atraídos por seu estilo de vida relaxado, suas pontes, ilhas e vida noturna abundante. No coração da cidade situa-se a Praça do Mercado, na Cidade Velha, com edifícios coloridos em fileiras e muitas oportunidades de se tirar fotos maravilhosas.


- 7) Ilha de Burano, Itália:

Situada na Lagoa de Veneza, Burano é um arquipélago de quatro ilhas ligadas por pontes e canais, bem como pela sua famosa vizinha ao sul, Veneza. É conhecida por suas casas de cores vivas que, segunda a lenda, dizem ter sido pintadas para que seus pescadores locais pudessem se localizar quando ocorresse uma névoa forte. Seu arco-íris de cores transformou-se em uma das principais atrações turísticas e outra razão para planejar aquela viagem à Itália.



- 8) São Francisco, Califórnia:

Uma das cidades mais visitadas do mundo, São Francisco é famosa por seu terreno montanhoso, startups de alta tecnologia, cultura liberal e vistas panorâmicas. O colorido bairro de Haight-Ashbury tornou-se famoso durante a década de 1960 como o epicentro da cultura hippie, e ainda mantém seu espírito de contracultura até hoje. A fila de casas vitorianas com vista para a Alamo Square, conhecida como as Painted Ladies, são uma oportunidade de fotografia irresistível.


- 9) St. John’s, Ilha de Terra Nova:

Conhecida como a cidade mais a leste da América do Norte e um de seus assentamentos mais antigos, St. John’s, na Ilha de Terra Nova, é reconhecida por suas coloridas casas enfileiradas, que são freqüentemente encontradas nas colinas, parecendo com São Francisco. A tradição de casas coloridas remonta a década de 70, quando seus moradores queriam revitalizar o centro do lugar.


- 10) Willemstad, Curaçao:

Por fim, localizada no Caribe, ao largo da costa da Venezuela, Willemstad é a capital de Curaçao, que faz parte do Reino dos Países Baixos. O centro da cidade apresenta mais de 750 edifícios em cores pastel e que ganharam o status de área da UNESCO. A tradição diz que, no século 19, o prefeito da cidade sofria de enxaquecas do sol quente refletindo nos edifícios brancos, então ele ordenou que seus proprietários os pintassem de cores vivas e diferentes.



Fonte : Kely Val  / Ive Andrade 


Nenhum comentário:

Postar um comentário