terça-feira, 12 de junho de 2018

A importância do amor próprio


Estar bem consigo mesmo é muito importante, e por isso o amor próprio é tão procurado atualmente, exatamente para legitimar essa felicidade que buscamos todos os dias.

“Amor próprio é construído na infância conforme o que percebemos das informações passadas pelos pais em relação a educação, como fomos legitimados e como desenvolvemos a confiança", enfatiza Larriane Lopes que é coach holística.

Amor próprio é uma força interna que transcende e é avassaladora, traz bem-estar, se amar com todo o nosso bem e mal e ultrapassar os limites do que as pessoas pensam ou falam”.

O autoconhecimento é uma forma de despertar amor próprio pois auxilia a enxergar atitudes, pensamentos e emoções destrutivas que ocorrem de forma inconsciente, disse Larriane.

De acordo com ela tudo em excesso é prejudicial, inclusive o amor próprio. “O amor não existe em excesso. Sempre há um problema na vida e logo algo que não gostamos e podemos evoluir e ser melhor. O que as vezes as pessoas consideram como excesso de amor próprio pode haver uma carência afetiva distorcida e disfarçada. Caso não consiga perceber a causa procure um especialista para te ajudar”.

Em relação ao contrário do amor próprio, a baixa autoestima, Larriane comenta que influencia nos relacionamentos com os outros e consigo mesmo. Uma vez que a baixo auto estima é quando a pessoa não sabe se colocar na vida e está sempre preocupada com o que os outros pensam e isso gera solidão, falta de alguma coisa sempre e carências afetivas.

“A autoestima é o seu posicionamento no mundo: como se relaciona, se arruma, olha nos olhos das pessoas, articula e demonstra suas ideias, como mostra o seu ponto de vista, o quanto confia em você e age com tranquilidade e resiliência, mantendo a sua integridade. A auto autoestima gera segurança, atitudes assertivas, coerência, proativididade, relacionamentos agradáveis com as pessoas, facilidade de se relacionar e colocar as suas ideias com clareza”.



Fonte: Verônica Pacheco


Nenhum comentário:

Postar um comentário