sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Para turbinar o cérebro


A vontade de uma vida longa com lucidez e independência estimulam, cada vez mais, pesquisas na área de saúde cerebral. Dentre elas, tem-se observado evidências cientificas sobre os benefícios de nutrientes, como, por exemplo o ômega 3, p complexo B e a curcumina, na função cerebral.

Márcia Simões Kornin, diretora e membro da equipe médica da Eden Clinic, explica que a curcumina e o ômega 3 apresentam benefícios anti-inflamatórios, atuando como ativadores da função circulatória geral: diminuem o risco de doenças vasculares e melhoram fluxo sanguíneo cerebral. “Esses pontos estão relacionados a melhora da função cognitiva”, afirma.

“A reposição e manutenção de níveis adequados de ácido fólico (vitamina B9) estão relacionados com menor risco de Alzheimer”, explica Márcia, e afirma que junto à vitamina b12, o ácido fólico, tem ação contrária a homocisteína, “um aminoácido produzido pelo organismo relacionado há um aumento de doenças cardiovasculares, níveis ideias delas portanto representam menores chances de AVC (acidente vascular cerebral), protegendo os neurônios de danos causados pela homocisteína no cérebro”.

A médica, para auxiliar aqueles que desejam adicionar estes nutrientes à sua alimentação diária, comenta que é possível encontrar o ômega 3 em peixes, na chia, na linhaça, nas oleaginosas, na leguminosas, dentre outras. 


“Já o ácido fólico está nos vegetais escuros, aspargos, brócolis, frutas cítricas, abacate, quiabo, etc. e a vitamina B12, por sua vez, esta presente nos mexilhões, caranguejo, carne vermelha, salmão, peru, ovo, frango, fígado, whey protein, dentre outras opções”.

Agora é só correr, fazer as compras e incluir esses alimentos em seu cardápio.


Fonte: Dra. Marcia Simões 

Nenhum comentário:

Postar um comentário