segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Conheça as belezas de Israel, o país onde Jesus viveu


Não é preciso ser religioso para se encantar com Israel. Mas também não há como negar o fato de o país ser um dos destinos mais procurados do mundo para a prática do chamado “turismo religioso”. O território hoje ocupado por Israel, aliás, provem de povos antigos, e serviu de berço para personalidades religiosas de incalculável importância para a história da humanidade. E é nesta pequena e jovem nação, criada em 1948 para abrigar os Judeus, que a Interpoint Viagens & Turismo propõe a descoberta de cenários incríveis e o vislumbre da história de três das maiores religiões monoteístas do mundo moderno: o Cristianismo, o Judaísmo e o Islamismo.


Muro das lamentações, na Cidade Velha, em Jerusálem:

A começar pela capital, Jerusalém, o roteiro proposto pela agência convida os turistas a conhecem diversos pontos de interesse, como o Monte Sião, onde se pode visitar o Cenáculo, o lugar onde foi realizada a Última Ceia de Jesus e onde está enterrado o Rei David. O Muro das Lamentações, assim como outros pontos da Cidade Velha, tal qual a Via Dolorosa, o Santo Sepulcro, o Cardo, Domo da Rocha, o centenário Jardim Getsêmani e o Monte das Oliveiras, de onde se pode ter uma belíssima vista panorâmica de Jerusalém também estão presentes na programação. 


Museu do Livro, na Cidade Nova, em Jerusalém:

Na Cidade Nova o destaque fica por conta do Museu do Livro, onde é possível encontrar cerca de 930 manuscritos do Mar Morto, que revelam regras de higiene e valores éticos e comunitários da época. Estima-se que estes documentos, escritos em aramaico, hebraico e grego sejam os registros mais antigos do Velho Testamento já encontrados. Outros pontos a serem visitados incluem o Museu do Holocausto, a Torre de David e o Knesset, o Parlamento israelense.



Igreja da Natividade, em Belém:

Fora da capital, Belém, Nazaré e Tel Aviv revezam entre si para ver quem esconde mais atrativos interessantes. Caso de Belém, localizada nas Montanhas da Judéia, no Estado da Palestina, que conta com a Basílica da Natividade, uma das mais antigas igrejas ainda em uso do mundo. Mas este não é nem de longe o fato que a tornou famosa. Reza a lenda que o templo, construído sob a estrutura de uma caverna marque o local exato do nascimento de Jesus. Não se sabe exatamente a veracidade dos fatos, mas sabe-se que o local é sagrado tanto para os cristãos quanto para os islâmicos.



Basílica da Anunciação, em Nazaré :

Nazaré é o segundo centro de peregrinação mais procurado de Israel. Foi lá – biblicamente falando – que o Anjo Gabriel anunciou à Virgem Maria que ela geraria uma criança e onde Jesus passou toda a sua infância com os pais. Por lá o programa da Interpoint sugere uma visita à Basílica da Anunciação, que marca exatamente o local onde Gabriel teria aparecido a Maria. Cafarnaum, cidade natal de Simão e Pedro, apóstolos de Jesus, é outro grande atrativo turístico de Nazaré. Suas ruínas são lindas. Vale visitar também Tabgha, o local do milagre da multiplicação dos pães e peixes.


Porto de Jaffa, em Tel Aviv-Yafo:

Já Tel Aviv-Yafo é uma cidade com ares modernos, onde os ecos do passado não conseguem silenciar o seu lado arrojado e cosmopolita. Por ali há muita atividade cultura, como museus, cinemas, bares, restaurantes e shoppings. Mas também há atrativos como o Mercado Carmel ao ar livre, a Igreja de São Pedro, a Praça Rabin – homenagem ao primeiro ministro de Israel, Yitzhak Rabin, que foi assassinado no local em 1995 e o histórico porto de Jaffa, que tem mais de 4.000 anos de história. Todos inclusos no roteiro preparado pela Interpoint.



Fonte: Rodrigo Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário